Escrito por admin on outubro 8, 2018 in ABINFER News

 A Schunk Intec Brasil, multinacional alemã especializada em sistemas de fixação e garras de robótica, promoveu na semana passada a inauguração de seu centro tecnológico em Mauá (SP). O novo prédio, com o dobro de área do anterior em Santo André, abriga também a sede da filial brasileira, show-room, área de reparos e manutenção, engenharia de aplicação e sala de treinamento.

Para a inauguração oficial (a filial já opera na nova sede há três meses), foi realizado o open house Schunk Experience. O evento contou com palestras de executivos da empresa e de convidados, como Christian Dihlmann, presidente da Abinfer (Associação Brasileira da Indústria de Ferramentais), que falou sobre “O futuro da indústria brasileira e seus desafios” e Renate Fuchs, da Porsche Consulting, que abordou o tema “O futuro do trabalho e gestão 4.0 – Interação homem x robôs”.

Mairon Anthero, diretor-geral da Schunk Intec do Brasil, explica que a mudança para uma área maior era uma necessidade, devido ao crescimento da marca no País e o consequente aumento da demanda por serviços e estoque local. “Além disso, precisávamos de espaço mais adequado para capacitar nossos clientes e treiná-los nas melhores formas de usar nossos equipamentos”, acrescenta.

O executivo conta que desde o início da atuação direta no Brasil, em 2009, a empresa está em constante crescimento. No primeiro semestre de 2018, por exemplo, a filial registrou alta de 36,7% no faturamento.

“O que nos deixa ainda mais contentes é que também as pequenas e médias empresas têm buscado nossos equipamentos para melhorar o seu setup, o que antes estava restrito praticamente às grandes empresas”, informa Mairon, destacando que o número de clientes atendidos pela filial saltou de 167 em 2015 para 400 este ano. “Esperamos chegar a 500 no final do próximo ano”.

Na visão do executivo, a tendência é de crescimento. “Nossa expectativa é crescer 26% em 2019, sobre os números deste ano”, diz, tomando por base os investimentos que estão sendo realizados em automação no País e na necessidade de a indústria local reduzir seus tempos de setup.

EM EXPANSÃO – Fundada em 1945 para atuar na prestação de serviços de usinagem, a Schunk passou a produzir de acessórios para máquinas em 1966, com a fabricação de castanhas para tornos. Em 1983 teve início a produção da linha de acessórios para automação.

Com 3.400 funcionários em todo o mundo e 8 fábricas (5 na Alemanha, 1 na Itália, 1 na Suíça e uma nos EUA, cada uma delas fabricando um tipo de produto), a empresa faturou 415 milhões de euros em 2017. A estimativa para este ano, segundo Michael Seeger, gerente de Estratégia de Vendas para as Américas, que esteve no Brasil para a inauguração da nova sede, é de chegar a 450 milhões de euros. “De janeiro a junho, o aumento foi de 19%, com destaque para a expansão de 40% no mercado asiático”.

Fonte: http://www.usinagem-brasil.com.br/13384-schunk-inaugura-centro-tecnologico-em-maua/